Parvovirose e Cinomose: conheça as doenças infectocontagiosas mais comuns em cães.

Muito conhecidas no mundo canino, a Parvovirose e a Cinomose são doenças facilmente transmissíveis.

São doenças muito graves e embora possam ser tratadas, se não forem diagnosticadas a tempo podem levar o animal à morte.

Conheça as formas de transmissão e os sintomas de cada uma.

Parvovirose

Parvovirose

A saber, o parvovírus (CPV) é liberado no ambiente através das fezes de cães contaminados.

Portanto, pode sobreviver mais de um ano no local, o que facilita a sua transmissão.

Aliás, o vírus destrói parte do intestino responsável pela absorção de nutrientes.

Principais sintomas da Parvovirose

Nesse ínterim, os principais sintomas são:

  • vômito,
  • apatia,
  • desidratação,
  • dores abdominais,
  • diarreia com cheiro forte e às vezes acompanhada com sangue.

Tratamento para Parvovirose

De fato, não existem remédios específicos para tratar a Parvovirose.

Porém pode-se estimular as defesas do cachorro, auxiliando o seu próprio sistema imunológico a combater a doença.

Cinomose

Cinomose

Com efeito, o vírus CDV (Canine Distemper Vírus) sobrevive em torno de 3 meses no ambiente.

Já sua transmissão ocorre pelo contato com ar ou excrementos contaminados.

A doença acomete três sistemas:

  • digestório,
  • respiratório
  • nervoso central.

Principais sintomas da Cinomose

Todavia, seus principais sintomas são:

  • febre,
  • perda de apetite,
  • apatia,
  • vômito,
  • diarreia,
  • corrimento ocular e nasal,
  • pneumonia,
  • falta de coordenação motora,
  • contrações musculares involuntárias,
  • convulsões e paralisias.

Tratamento para Cinomose

Assim como a parvovirose, também não existe um medicamento específico para essa doença.

Mas se faz um tratamento sintomático com medicações específicas para aumentar a imunidade do cãozinho.

Assim, fazendo com que o organismo canino reaja contra essa grave enfermidade.

Prevenção é o melhor remédio

Prevenção é o melhor remédio

Portanto, a única forma de prevenção para a Parvovirose e a Cinomose são as vacinas.

Logo, é muito importante que os tutores não levem seus cães para passeios enquanto não finalizarem o protocolo vacinal.

Por ser um vírus resistente e de fácil transmissão, é importante que as clínicas tenham um setor de isolamento.

Desta forma, os cães portadores de doenças virais ficarão isolados e não haverá contágio para outros animais saudáveis.

Para dúvidas sobre o nosso tratamento e sobre a nossa internação com isolamento entre em contato:

Fone: (51) 3031-6631 | WhatsApp: (51) 99965-7614

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 

Your browser is out of date. It has security vulnerabilities and may not display all features on this site and other sites.

Please update your browser using one of modern browsers (Google Chrome, Opera, Firefox, IE 10).

X